sexta-feira, 6 de janeiro de 2017

Ministro negou ajuda a Roraima e negou que negou. Se não cair é porque é forte o motivo que o colocou lá: prendeu o hacker do celular de Marcela Temer



Mais uma vergonha e indignidade a manchar o vergonhoso e indigno governo do golpista Temer.

Após as tragédias em presídios de Manaus e de Roraima, o ministro da Justiça Alexandre de Moraes foi à imprensa e disse que a governadora do estado de Roraima não havia lhe pedido ajuda para conter problemas do sistema prisional do Estado.

Foi desmentido cabalmente por um documento: a carta enviada pela governadora a ele solicitando o auxílio [Imagem. Clique para ampliá-la].

O homem que já foi flagrado com facão abatendo plantação de maconha, que sonha igualar o cultivo da erva no Brasil à ausência de cabelos de sua reluzente careca, mostra com a mentira sobre a falta de atendimento do pedido da governadora de Roraima que não tem mais a mínima condição de permanecer no cargo.

Se Temer não o demitir é porque são fortes mesmo os motivos que o levaram ao cargo de ministro, quando, ainda como secretário de segurança de São Paulo, conseguiu prender o hacker que havia clonado o celular de Marcela Temer.

Que segredos estavam naquele celular que fizeram o hacker exigir R$ 300 mil para não divulgá-los? Que segredos eram esses que levaram o homem que prendeu o hacker direto ao Ministério da Justiça?  Serão tão graves a ponto de garantirem, apesar da mentira, que Alexandre de Moraes continue à frente do Ministério?


Comente com o Facebook:

Um comentário:

  1. É o caso de perguntar: o ministro pertence à qual facção?

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...